Notícias

João Vidal | Governo do RN

Agronegócio

08 de maio de 2019 às 17h30

Curso de cortes valoriza carneiro vendido no RN

Um carneiro de 14kg que hoje é vendido entre R$ 120 e R$ 170 no interior do Rio Grande do Norte pode valer até mais de R$ 450 quando é completamente aproveitado. Esta foi a maior lição que os 24 alunos do curso de cortes especiais realizado pelo Sebrae e Senai, em parceria com o Governo do Estado, aprenderam no último final de semana em Currais Novos, durante a 22ª Exponovos. A ideia do Governo do RN é levar o curso a todas as exposições do Circuito Estadual Agropecuário.

Por meio da carreta do Senai e do curso ministrado pelos consultores do Sebrae Hélio Andrade e Ana Patrícia, foi possível ensinar aos pequenos criadores como aproveitar todos os cortes de caprinos e ovinos e agregar valor a eles. “Hoje eles comercializam cortes simples em supermercados, feiras livres e açougues, mas quando aprendem os cortes especiais têm como embalar e agregar valor às peças de carne. A rentabilidade quase quadruplica”, diz Andrade.

O consultor ensinou a fazer cortes especiais aproveitando duas peças de filé mignon, dois carrés franceses, dois pernis, duas paletas, dois lombos traseiros, um pescoço fatiado, duas costelas, quase dois quilos de carne moída, quatro garrões e duas picanhas. Todas somaram R$ 453,90, ao passo que o carneiro cortado de maneira simples e vendido nas feiras está saindo por até R$ 170.

Ao término de cada minicurso, o chef Raoni Carbogim, com apoio de Suzeneide, preparou iguarias para serem degustadas pelos participantes. “É bom porque eles aprendem o corte especial e o preparo da carne, a harmonização e podem dar dicas aos próprios clientes”, diz Raoni.

Entre as delícias postas à mesa, filé de cordeiro recheado com queijo mussarela, acompanhado de creme de queijo de cabra com hortelã; lombo de cordeiro marinado na cerveja preta e ervas, acompanhado com purê de banana da terra com leite de cabra e flor de sal; carré francês marinado no vinho tinto seco e ervas, acompanhado com arroz da terra preparado com cachaça, fundo de carne de cordeiro e iogurte de leite de cabra, harmonizado com redução de umbu, rapadura e vinho tinto seco.

A ideia surgiu depois que o secretário de Gestão de Projetos, Fernando Mineiro, se reuniu com o Senai e o Sebrae e propôs levar a carreta-cozinha e os consultores para a Exponovos, numa espécie de piloto que, dando certo, seria replicado nas demais exposições. Foi um verdadeiro sucesso. A experiência será repetida em todas as feitas agropecuárias do Estado e se tornará uma ação permanente a partir do próximo ano, capacitando os produtores rurais e criando condições para acesso ao mercado local.

“Seguindo a orientação da governadora Fátima estamos trabalhando para desenvolver a economia do RN, mostrando que podemos enfrentar a crise com criatividade e integração entre os órgãos do Governo e a sociedade”, pontuou Mineiro. Além do Senai, Sebrae e Governo Cidadão, a iniciativa contou com a parceria da Secretaria Estadual de Agricultura, de Assuntos Fundiários, Secretaria de Agricultura de Currais Novos, Emater, Idiarn e Emparn.

Marizânia Sena foi uma das alunas do minicurso. Professora do curso de Tecnologia de Alimentos do IFRN de Currais Novos, ela quis aprender as técnicas para aplicar em sala de aula. “Nos livros temos pouca coisa sobre o abate de caprinos e ovinos é algo que aqui no Seridó existe uma demanda. O curso foi muito importante porque vou poder levar essas informações do mercado para os alunos”, finalizou.

 

*Com informações do Governodo RN

 

Revista Negócios

TV NEGÓCIOS

Fórum Negócios